O que é compliance nas empresas: entenda este conceito

Nos últimos anos, temos acompanhado no Brasil e em todo o mundo o elevado nível de corrupção em vários segmentos econômicos. Diversas empresas acabam tendo sua imagem e reputação fragilizadas em função do seu comprovado envolvimento, tanto em nível de negócios como também na esfera política.

A necessidade imperiosa de conhecer e praticar compliance nas atividades do dia a dia surgem em meio a essa realidade, que  atinge empresas de  todos os portes e segmentações.

O conceito de compliance visa gerar valor ao negócio e assegurar a sobrevivência da empresa. Essa prática surge dos grandes impactos financeiros, ocasionados por fatores como:

  • Ausência de orientações normativas;
  • Desalinhamentos às legislações aplicáveis;
  • Falta de ferramentas preventivas adequadas;
  • Falhas na gestão de processos; e
  • Operações sem um estruturado sistema de informação.

Continue a leitura e saiba mais sobre esse conceito importante e o que significa a palavra compliance na prática.

O que é compliance nas empresas?

To comply, em inglês, é um verbo que significa estar de acordo com uma regra, o que explica grande parte do conceito da palavra. O significado da palavra compliance tem relação com a conduta da empresa e sua adequação às normas dos órgãos de regulamentação.

O que é compliance nas empresas, em suma? É estar em conformidade com leis e regulamentos.

Esse conceito abrange todas as políticas, regras, controles internos e externos aos quais a organização precisa se adequar. Adequando-se ao compliance, suas atividades estarão em plena conformidade com as regras e legislações aplicadas aos seus processos.

Tanto a empresa como todas as pessoas que nela trabalham, inclusive fornecedores de interesse, precisam se comportar de acordo com as regras dos organismos reguladores.

Além disso, devem garantir o fiel cumprimento dos diversos instrumentos normativos internos. Somente desta forma a empresa estará em compliance ambiental, trabalhista, financeiro, de segurança do trabalho, operacional, contábil etc.

Qual a importância do compliance?

Poder afirmar que a empresa está em compliance estratégico é por si só uma estratégia fundamental de negócios. Significa que existe transparência e um elevando grau de maturidade de gestão. Estar em compliance mostra que os gestores e equipes dominam os processos e procedimentos, implementados e executados com efetiva conformidade política, comercial, trabalhista, contratual e comportamental.

Não estar em compliance significa estar correndo grandes riscos desnecessariamente, que podem levar a perdas financeiras, patrimoniais, de mercado e muitas outras. Gestão de riscos e compliance estão intimamente ligados.

É preciso refletir e mudar a gestão, ajustar a forma como as informações da empresa são tratadas e como as pessoas se comportam no dia a dia, visando alcançar nível de excelência em compliance independentemente do segmento de atuação e do tamanho da empresa.

Conheça algumas dicas para ter uma gestão bem alinhada com o conceito de compliance

Agora que você já sabe o que é compliance nas empresas, confira algumas dicas:

  • Usar sistemas de informação que suportem monitoramentos das atividades da empresa e que se adequem aos processos de compliance;
  • Ter uma gestão de contratos de serviços e materiais que se alinhe aos níveis de compliance estabelecidos pela empresa;
  • Fortalecer rotinas de inspeção e fiscalização de atividades, incluindo as que não costumam ter certificações;
  • Focar na conformidade de processos em nível municipal, estadual e federal;
  • Possuir um sistema de normatização e padronização da empresa ou negócio sempre ativo e atualizado;
  • Ter processos de auditoria interna com foco nos requisitos para se atingir o compliance;
  • Ter sistemas de controle com graus de profundidade adequados;
  • Ter uma comunicação estruturada sobre os instrumentos normativos da empresa; e
  • Ter um Canal de Denúncias independente e de qualidade para receber e dar o tratamento adequado as demandas de não conformidade.

 

Por que investir nesta atividade?

Com essas ações, a empresa reduz custos e despesas, aumenta seu rendimento operacional e evita perdas. Além disso, com as conformidades das leis, a transparência dos processos se torna uma realidade mais consolidada, o que traz maior confiança do mercado de atuação.

As equipes envolvidas se tornam mais preparadas e aumentam seu desempenho, o que se reflete diretamente na produtividade.

A reputação e a boa imagem são um reflexo do nível de compliance que a empresa se propõe a ter. Portanto, utilizar desse conceito para guiar as boas práticas da organização reduz significativamente todos os riscos da empresa, criando um ambiente mais saudável e confiável. A Kadima Outsourcing pode te ajudar e guiar neste processo. Fale conosco!

Extraído: Adalberto A. Nascimento Jr.